Cacau bate o maior preço dos últimos 103 anos em Londres - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES

Notícias em destaque.

Assista a transmissão ao vivo da 3° noite do São Pedro de Jitaúna

O São Pedro de Jitaúna está sendo transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo Canal Tech System no YouTube e pelo site   www.jitaunaemdia.co...

10/11/2023

Cacau bate o maior preço dos últimos 103 anos em Londres

Foto: Reprodução

A cotação do cacau segue em disparada. A tonelada chegou, nesta sexta-feira (10), a 3.529 libras no mercado de Londres. Ontem (9), fechou o dia a 3.484 libras, valor mais alto desde o início da negociação de futuros da commodity, em 1920. A expectativa é de que novo recorde seja estabelecido no fechamento de hoje. As compras mantêm a trajetória de alta intensificada em julho de 2023, como é possível verificar na tabela do site Br.Investing.

DEMANDA GLOBAL

O engenheiro agrônomo Thiago Guedes, diretor da Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri), informa que o aumento do valor do cacau, em 2023, se deve ao crescente apetite da indústria de chocolate em escala global. Segundo ele, o setor prevê mercados aquecidos em busca dos derivados da amêndoa. Outro fator de pressão, explica, vem das safras menores na África Ocidental.

A cultura cacaueira ocupa mais de 430 mil hectares no sul da Bahia, sendo cerca de 60% cultivada no sistema Cabruca, que preserva as maiores árvores da Mata Atlântica. O segmento respondeu, em 2021, por 5% (R$ 1,8 bilhão) do Valor Bruto da Produção (VBP) das lavouras da Bahia. De acordo com a Seagri, o estado abriga cerca de 72.000 estabelecimentos produtores, com 70% de propriedades da agricultura familiar. *Com informações do Blog do Pimenta

Nenhum comentário:

Postar um comentário