Morte de cantora gospel custou de R$ 200 a R$ 900 ao mandante - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES

Notícias em destaque.

PF apura fraude no recebimento de seguro DPVAT na Bahia

Foto: Divulgação A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (17/7/), a Operação Lesão Fake, com cumprimento de mandados de bus...

18/11/2023

Morte de cantora gospel custou de R$ 200 a R$ 900 ao mandante

Ederlan Mariano, Bispo Zadoque, Gideão Duarte e Victor Gabriel — Foto: Arte/G1 BA

Os envolvidos na morte da cantora gospel Sara Mariano admitiram ter rateado R$ 2 mil do marido dela, Ederlan Santos Mariano, para executar o crime. Ederlan foi o primeiro suspeito a ser preso, em 28 de outubro.

Weslen Pablo Correia de Jesus, conhecido como Bispo Zadoque, o motorista por aplicativo Gideão Duarte e Victor Gabriel de Oliveira admitiram o recebimento dos valores em acareação realizada na quinta-feira (16), na delegacia de Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), responsável pelas investigações do caso.

O procedimento de acareação consiste na apuração dos fatos, confrontando investigados ou testemunhas frente a frente. Além dos três envolvidos diretamente na execução de Sara Mariano, um quarto homem identificado como “cantor Davi Oliveira” aparece na divisão do dinheiro.

Segundo os suspeitos, Davi recebeu R$ 200 como “cortesia”, porque sabia do plano para matar Sara Mariano, mas não participou de nenhuma fase do crime. *Ler mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário