Daniel Alves é condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por agressão sexual - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES


Professora perde R$ 160 mil em golpe aplicado pelo ex: ‘Foi triste, senti muita vergonha’

Foto: Reprodução/TV Santa Cruz Uma professora de 48 anos perdeu ao menos R$ 160 mil em um golpe conhecido como “estelionato sentimental”. Tr...

22/02/2024

Daniel Alves é condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por agressão sexual

Foto: David Zorrakino/AFP

O ex-jogador da seleção brasileira Daniel Alves foi condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por agressão sexual. A decisão foi dada pelo tribunal de Barcelona nesta quinta-feira (22). Ele foi acusado de ter estuprado uma mulher na boate Sutton, em Barcelona, no final de 2022.

A condenação de Daniel Alves chega apenas duas semanas após o término do julgamento. A defesa do ex-jogador ainda pode recorrer à decisão no Tribunal Superior de Justiça da Catalunha (TSJC) e no Supremo Tribunal da Espanha. Enquanto recorrer, Daniel segue preso, segundo o tribunal. O crime de “agressão sexual” está previsto no Código Penal da Espanha e está tipificado em sua forma básica no artigo 178: “Quem atacar a liberdade sexual de outra pessoa, recorrendo à violência ou à intimidação, será punido como responsável por agressão sexual com pena de prisão de um a cinco anos”.

A sentença, dada pela juíza Isabel Delgado na 21ª Seção de Audiência de Barcelona, inclui uma pena de liberdade supervisionada de cinco anos, que será cumprida após o término da pena, além de nove anos de afastamento da vítima, à qual ele deve pagar uma indenização de 150 mil euros (cerca de R$ 804 mil). O ex-jogador também deve pagar as custas do processo. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário