Novo PAC terá 716 obras distribuídas em 335 municípios baianos - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES


Professora perde R$ 160 mil em golpe aplicado pelo ex: ‘Foi triste, senti muita vergonha’

Foto: Reprodução/TV Santa Cruz Uma professora de 48 anos perdeu ao menos R$ 160 mil em um golpe conhecido como “estelionato sentimental”. Tr...

08/03/2024

Novo PAC terá 716 obras distribuídas em 335 municípios baianos

Foto: Divulgação / GOV.BR

Nesta quinta-feira (7), o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), revelou os resultados de 16 das 27 modalidades do Novo PAC Seleções, abrangendo os setores de Saúde, Educação, Ciência e Tecnologia e Infraestrutura Social e Inclusiva.

Com esse anúncio, a Bahia se destaca, recebendo significativos investimentos do Governo Federal, que resultarão em 716 obras distribuídas por todo o estado. Os projetos abrangem áreas cruciais como saúde, educação, esporte e cultura, prometendo impactar positivamente mais de 12,7 milhões de baianos, aproximadamente 90% da população do estado.

Um aspecto notável é que cerca de 335 cidades baianas foram contempladas por esses projetos, demonstrando a abrangência territorial e o compromisso do governo em promover o desenvolvimento de forma ampla e inclusiva. Além disso, é importante ressaltar que o estado submeteu propostas em todas as modalidades, evidenciando o empenho em buscar melhorias em diversos setores.

No contexto nacional, os números também impressionam: foram selecionadas 6.778 obras e empreendimentos em todos os 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, alcançando cerca de 59% dos municípios do país. Essa abrangência reflete a preocupação em cobrir vazios assistenciais e atender às demandas específicas de cada região, conforme delineado no lançamento do programa.

Essa iniciativa representa um passo significativo na promoção do bem-estar e no fortalecimento das estruturas sociais e econômicas do estado e do país como um todo. A expectativa é de que esses investimentos contribuam para reduzir desigualdades, promover o acesso a serviços essenciais e impulsionar o desenvolvimento sustentável em todas as regiões contempladas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário