Amigo de cantora gospel encontrada morta diz que não houve evento em igreja de Dias D’Ávila relatado por marido; entenda caso - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES


Itagibá: Homem morreu por atropelamento na BA-650; corpo foi encontrado minutos depois

Foto: Reprodução/Giro Ipiaú Um grave acidente ocorrido na  BA-650,    por volta das 21h desta sexta-feira, (01/03)  trecho que liga Itagibá ...

28/10/2023

Amigo de cantora gospel encontrada morta diz que não houve evento em igreja de Dias D’Ávila relatado por marido; entenda caso

Foto: Reprodução

Um pastor, amigo da cantora Sara Mariano, encontrada morta nesta sexta-feira (27), foi à delegacia da cidade de Dias D’Ávila, e falou sobre a suposta ida dela ao município da Região Metropolitana de Salvador. A Polícia Civil investiga o caso.

O corpo de uma mulher foi encontrado em uma área de mata e, de acordo com a Polícia Civil, foi reconhecido pelo marido de Sara como sendo o da cantora. Apesar do reconhecimento dele, a Polícia Civil reforça que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) ainda vai confirmar a identidade do cadáver.

Sobre o suposto evento que a cantora teria ido, o pastor André Santos reforça que não havia qualquer cerimônia programada em igrejas evangélicas no município que possui cerca de 71 mil habitantes.

No entanto, antes de desaparecer, Sara Mariano publicou nas redes sociais que estava a caminho de Dias D’Ávila. Além de Sara, o marido dela, Ederlan Mariano, deu a mesma versão à imprensa na quinta-feira (26), mas não sabia o nome da igreja onde a esposa iria cantar.

Apesar da informação, o pastor André Santos reforçou que não houve evento marcado com a presença da pastora, que ele conhece há cerca de 8 meses e que já cantou quatro vezes na igreja em que ele é o líder religioso.

”Quando ficamos sabendo dos fatos e pelo horário que foi divulgado que ela vinha para um evento “Rosa” [para mulheres] em Dias D’Ávila, veio [à polícia] dizer que não havia nenhum evento na cidade, em nenhuma igreja, no horário que foi comentado a respeito da saída dela [de casa], às 21h30, para vir em um culto aqui na cidade”, explicou André.

Danúbia Silva, esposa do pastor André e amiga de Sara, detalhou que achou estranho o fato da cantora não ter ido para o suposto evento acompanhada da filha. ”Todo lugar que ela vai é com a filha. Ás vezes ele [marido de Sara] acompanhava ela. Na nossa igreja ela esteve duas vezes com ele e outras duas com a filha”, relatou a mulher.

No vídeo publicado nas redes sociais, em que Sara disse que ia para a cidade de Dias D’Ávila, ela mostrou o carro que a levaria para o suposto evento. Não há informações de quem seria a pessoa que estava ao volante. A cantora gospel saiu de casa no bairro da Valéria, em Salvador, para ir a eventos religiosos, conforme informações do marido dela. À família, Ederlan Mariano, disse não saber exatamente em qual igreja a esposa iria.

O corpo da cantora gospel foi encontrado três dias após o desaparecimento dela. O cadáver estava em uma área de mata, às margens da BA-093, na altura de Dias D’Ávila, cidade da Região Metropolitana de Salvador. De acordo com a Polícia Civil, o marido da cantora gospel disse tratar-se da esposa.

Apesar do reconhecimento do marido, a Polícia Civil reforça que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) ainda vai confirmar a identidade do cadáver. O marido de Sara esteve no local e disse ter encontrado um anel e uma sandália da esposa. De acordo com testemunhas, o corpo estava parcialmente queimado.

Depois que a polícia encontrou o corpo, mesmo sem a confirmação policial, a irmã de Sara Mariano, Soraya Freitas, fez uma postagem nas redes sociais de luto. ”Por que, meu Deus? Tão linda, amava tanto a filha…”, escreveu.

O que diz a família?

Soraya Freitas, irmã da cantora gospel Sara Mariano questionou as informações passadas pelo marido da evangélica, Ederlan Mariano. Logo após o desaparecimento, o marido informou que não sabia o nome e o evento para onde a cantora foi antes de sumir. O g1 tentou contato com o marido da vítima, mas não obteve resposta.

Soraya Freitas, que mora no Ceará, disse não acreditar na versão do homem e que as informações do cunhado ”não batem”. ”Ela sempre teve agenda cheia pra sair de Salvador e louvar. O esposo dela não me contou nada, disse que não sabe qual é a igreja, não tem o endereço, só a cidade”, informou.

De acordo com Soraya, Sara Mariano, que tem mais de 50 mil seguidores em um dos perfis nas redes sociais, disse para a mãe, Dolores Freitas, que tomaria uma decisão importante no dia que desapareceu, no entanto, não chegou a falar o que faria.

”A gente sempre tinha contato, ela era bem vaidosa. Além da distância, a gente tinha uma comunicação pelo WhatsApp. E ela falava sobre o que vinha acontecendo, mas têm muitas coisas que estão erradas, que não batem”, disse a irmã da vítima.

A mãe da cantora gospel mora no Maranhão e disse que a filha relatou algumas brigas que teve com o marido antes de desaparecer. ”O que eu sabia do relacionamento da Sara com o Ederlan é que não estava bom. Ela chegou a falar para mim que não estava mais aguentando e até disse: ‘Mãe, vou tomar uma decisão, que não queria tomar porque falei perante a Deus, até que a morte nos separe, mas ele está muito impossível”, disse Dolores Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário