Suspeito de atropelar amigos teria cometido crime após ‘levar fora’ - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES


Avô é preso sob acusação de estuprar netas e engravidar uma delas em Bom Jesus da Lapa

Foto: Achei Sudoeste Um homem de 64 anos foi preso, nesta quarta-feira (10), acusado de estuprar duas netas em   Bom Jesus da Lapa . O manda...

04/03/2024

Suspeito de atropelar amigos teria cometido crime após ‘levar fora’

Foto: Redes Sociais

O homem suspeito de atropelar e matar três pessoas na BA-667, trecho da cidade de Santa Cruz da Vitória, no sul da Bahia, teria cometido o crime após não conseguir se relacionar com uma das jovens do grupo. O suspeito já foi identificado e o carro apreendido, mas não ele foi preso até esta segunda-feira (4).

O crime aconteceu na madrugada de domingo (3), após uma festa estilo vaquejada. O grupo de quatro amigos saiu do local do evento e seguiu a pé pela rodovia, quando um carro em alta velocidade atropelou três deles. O suspeito fugiu do local sem prestar socorro.

As vítimas foram identificados como: Luiz Carlos Barboza Santos, de 19 anos; Diane Novais Santos, de 26 anos;
Wesley da Silva Santos, de 23 anos.

Segundo testemunhas, o suspeito, que não teve o nome divulgado, também esteve na festa. Ele tentou se relacionar com Diane, mas ela não quis. O “não” teria sido a motivação dos atropelamentos.

 Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Não há informações se o suspeito e o grupo de amigos já se conheciam ou se tiveram o primeiro contato na festa.

Luiz Carlos e Diane morreram no local do acidente. Wesley e uma quarta vítima, que não teve o nome divulgado, foram socorridos e levados para o Hospital de Base de Itabuna.

A quarta vítima do acidente foi atendida por médicos e recebeu alta hospitalar. Já Wesley morreu durante a noite de domingo.

Lucas e Diane foram enterrados na manhã desta segunda-feira (4), em Santa Cruz da Vitória. Como Wesley morreu no hospital, o corpo dele só foi liberado depois que os dos amigos. O enterro também está marcado para esta segunda.

O acidente é investigado pela Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna). (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário