Cerca de 1,2 milhão de baianos podem ter descontos na fatura, aponta Coelba - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES


Homem é esfaqueado por companheira enquanto dormia; crime ocorreu na região sisaleira

Foto: Reprodução / Calila Notícias Um homem foi esfaqueado pela companheira na noite desta quinta-feira (16) em   Araci , na região sisaleir...

27/04/2024

Cerca de 1,2 milhão de baianos podem ter descontos na fatura, aponta Coelba

Foto: Reprodução
A Neoenergia Coelba estima que aproximadamente 1,2 milhão de famílias baianas poderiam conseguir até 65% de desconto na fatura de energia por meio da Tarifa Social de Energia Elétrica, porém, por questões cadastrais, ainda não têm acesso ao benefício. O levantamento foi realizado pela distribuidora com base nos dados enviados pelo Ministério da Cidadania e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O desconto é concedido às pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) ou inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e que possuem o Número de Inscrição Social (NIS). Além da redução da tarifa de energia, os consumidores não perdem nenhum outro benefício do Governo Federal.
Entendendo que a Tarifa Social de Energia Elétrica é um direito dos consumidores, a Neoenergia Coelba realiza o cadastro proativo das famílias no benefício. Em 2023, mais de 400 mil famílias foram inseridas pela distribuidora de energia. Essa inserção automática só não é realizada quando as pessoas que possuem o NIS não são os titulares da conta de energia elétrica, impedindo que haja o cruzamento de informações com os dados do CadÚnico.  
Nestes casos, basta que o beneficiário procure a Neoenergia Coelba e informe que mora de aluguel ou residência cedida por terceiros, e que não é o titular da conta de energia. Com isso, após a avaliação dos critérios, o benefício da Tarifa Social será associado ao cadastro do titular da unidade consumidora, através do processo denominado benefício por relação.
A realização do processo é simples. Basta entrar em contato com a Neoenergia Coelba por meio do WhatsApp (71 3370-6350), pelo Teleatendimento (116), Agência Virtual (www.neoenergia.com) ou procurar uma das Lojas de Atendimento espalhadas pelo Estado. Para as famílias que são de baixa renda, mas ainda não possuem o NIS, a orientação é procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) dos seus respectivos municípios e solicitar o cadastro no programa federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário