Taxação de compras de até US$ 50 exclui remédios e valerá a partir de 1º de agosto - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES

Notícias em destaque.

Lei da igualdade salarial tem boa adesão das empresas, diz ministro

— Crédito: Paulo Pinto/Agencia Brasil Sancionada no ano passado, a Lei da Igualdade Salarial, que visa garantir a igualdade salarial entre m...

27/06/2024

Taxação de compras de até US$ 50 exclui remédios e valerá a partir de 1º de agosto

— Crédito: Divulgação

O governo federal informou nesta quinta-feira (26) que a retomada da taxação de importações de até US$ 50 valerá a partir de 1º de agosto e que o imposto federal não incidirá sobre medicamentos comprados por pessoas físicas.

O presidente Lula sancionou nesta quinta a lei que estabelece a cobrança do imposto de importação para compras internacionais de até US$ 50. Embora tenha sancionado, Lula era crítico da medida, que classificou como irracional.

Pela regra anterior, essas compras estavam sujeitas apenas à incidência do ICMS, um imposto estadual. O novo texto inclui no preço, antes do ICMS, um imposto de importação de 20% sobre o valor da compra.

“O que o presidente Lula quer é excluir os medicamentos porque tinha pessoa física importando medicamentos para alguns tipos de moléstias, de doenças. Então você exclui os medicamentos”, afirmou o vice-presidente Geraldo Alckmin. *Ler mais no G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário