Ao entregar viaturas, Jerônimo acusa ACM Neto de não descer do palanque e minimiza críticas de ex-prefeito: ”Não vem para somar’ - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES


Itagibá: Homem morreu por atropelamento na BA-650; corpo foi encontrado minutos depois

Foto: Reprodução/Giro Ipiaú Um grave acidente ocorrido na  BA-650,    por volta das 21h desta sexta-feira, (01/03)  trecho que liga Itagibá ...

11/09/2023

Ao entregar viaturas, Jerônimo acusa ACM Neto de não descer do palanque e minimiza críticas de ex-prefeito: ”Não vem para somar’

O governador da Bahia Jerônimo Rodrigues (PT) voltou a ser questionado sobre a segurança pública no estado e comentou a relação que mantém com o grupo que faz oposição ao seu governo, em especial na capital baiana sob o comando do prefeito Bruno Reis (União). Alegando ”respeitar” os oposicionistas, Jerônimo acusou o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, de ainda não ter descido do palanque após o processo eleitoral do ano passado e disse que não vai ”gastar energia” com críticas que ”não vem para somar”.

Diante da onda de violência na Bahia, ACM Neto tem usado as redes sociais para direcionar críticas ao governo de Jerônimo Rodrigues na área da segurança. Na avaliação do gestor estadual, os comentários de que a Bahia precisa de uma intervenção federal para mudar o cenário é uma “irresponsabilidade muito grande”.

”Desde o primeiro dia do meu governo que nós mantemos o diálogo com as prefeituras de todo o Estado da Bahia. Nós nunca perdemos o contato com os prefeitos, inclusive aqui em Salvador a minha equipe se reúne com a equipe do prefeito constantemente. Saúde, educação, cultura, está havendo o diálogo entre a prefeitura e o estado da Bahia. Está sendo resolutivo. Então, para mim, é suficiente dizer que nós manteremos esse diálogo com todos os prefeitos da Bahia. A partir de setembro, eu vou iniciar o diálogo já com os prefeitos, mas em momento algum houve a ausência do diálogo entre os governos municipais e o estadual. E, na semana passada, o prefeito do Salvador chegou a dizer sobre a intervenção em alguma comunidade. O próprio ex-prefeito comentando que precisa de intervenção é uma irresponsabilidade muito grande. Não dá para gente tratar de segurança pública como a gente trata de futebol, sentar na arquibancada, ficar torcendo ou assistindo de braços cruzados”, disse Jerônimo durante evento que marca a entrega de novas viaturas da Polícia Militar em Salvador.

”Eu não vou gastar energia quando eu perceber que as críticas ou as palavras vêm para não somar. Eu respeito muito a oposição, pedi inclusive ao líder do meu governo na Assembleia [AL-BA] que possa chamar uma agenda para que a nossa bancada possa dialogar com a bancada da oposição e ouvir. O meu secretário [Marcelo Werner], o meu coronel [Paulo Coutinho] irá sem problema algum. A gente não tem receio de fazer uma apresentação daquilo que estão fazendo na Bahia. Vocês todos são testemunhas, dia e noite, a gente correndo atrás se antecipando aos fatos com a inteligência. Eu vou gastar minha energia com quem quer ajudar a Bahia, eu vou gastar minha energia, nossa energia, com quem quer vir construir uma Bahia diferente e 2026 que ele possa ir para o palanque. Afinal de contas parece que não desceu ainda, está no palanque. Eu já desci, estou trabalhando”, disparou o governador ao alfinetar ACM Neto, segundo publicação do Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário