Músico Kokó da Banda Lordão morre aos 72 anos - JITAÚNA EM DIA

EM DESTAQUES

Notícias em destaque.

PF apura fraude no recebimento de seguro DPVAT na Bahia

Foto: Divulgação A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (17/7/), a Operação Lesão Fake, com cumprimento de mandados de bus...

19/02/2024

Músico Kokó da Banda Lordão morre aos 72 anos

Foto: Divulgação

O músico Clóvis Figueiredo Leite, Kocó, faleceu na tarde desta segunda-feira (19), em um hospital de Salvador, aos 72 anos. Fundador da Banda Lordão, ele fez história à frente do grupo por mais de 50 anos. Ele foi vítima de complicações de um transplante de fígado.

Nascido no Rio de Janeiro e radicado na Bahia desde a década de 1960, Kocó chegou em Itabuna em 1972. Ele deixa a esposa, Sônia Leite, e o filho Marcus Vinícius. O casal também teve o filho Clóvis Leite Júnior, que faleceu em 2009.

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD) decretou luto oficial por três dias no município pela morte do músico.

A Reitoria da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), através do seu reitor,  Alessandro Fernandes e do vice reitor, Maurício Moreau, divulgou nota lamentando o falecimento do artista.  “Sua contribuição para a cultura e a cena musical regional é inegável e valeu o Título de Doutor Hororis Causa, concedido pelo Conselho Universitário da Universidade Estadual de Santa Cruz, em março de 2023 e que seria entregue durante as comemorações dos 50 anos do Campus Professor Soane Nazaré de Andrade, no próximo mês de abril”, acrescenta a nota da Uesc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário